#V1 ICELAND Terra de Fogo e Gelo

6 a 14 Agosto 2016
Local
Horario
Nº Vagas
Nº Participantes
Islandia
06-08-2016 a 14-08-2016
12
12
Exigência Fisica
Conforto
Interesse fotográfico

Estávamos em Janeiro de 2015, quando tudo começou.


No meio de tantas ideias sobre viagens fotográficas, a pergunta impensável surgiu:

“E se organizássemos uma viagem fotográfica à Islândia e levássemos 12 fotógrafos connosco? Mas a fazê-la tem que ser diferente de tudo o que já se fez até hoje.”

As primeiras opções que tomamos foi..

-vamos em pleno verão e vamos fazer o programa de modo a evitar os turistas;

-nada de campismo. Com poucas horas de descanso, uma cama para descansar o corpo será fundamental;

-o alojamento num país que praticamente só tem uma cidade (Reykjavik) é uma condicionante, mas numa viagem fotográfica o importante é o spot fotográfico. Os hotéis serão os possíveis e o mais perto possível dos spots do amanhecer, para maximizar o descanso, já de si curto.

-vamos dar a volta completa à ilha em 8 dias, quase 3000kms e alguns em percursos complicados, pelo que as viaturas serão a prioridade logística;

E assim começa a preparação de uma experiência… onde todos os detalhes são alvo das nossas preocupações.


Planear uma viagem à terra do gelo e do fogo, sabíamos desde o início, seria mais que uma viagem fotográfica. Era acima de tudo, um desafio de conseguir suplantar as mais altas expetativas de quem connosco vai fazer esta viagem.

Rapidamente uma ideia se transformou num grande projeto. Um projeto que haveria um ano e meio depois, levar 14 pessoas à meca da fotografia de paisagem.


Fruto do conhecimento que já existia do país, fazer um programa parecia ser tarefa fácil. Mas não foi. Horas e horas de planeamento, que rapidamente passaram a semanas e meses para criar um roteiro aproveitado ao extremo, onde cada hora, minuto e segundo, passado naquele país mítico ficasse para sempre registado na memória de cada um dos participantes. Estudar minuciosamente cada um dos locais foi das tarefas mais demoradas; itinerários, condições de luz que poderíamos encontrar, melhor horário para evitar turistas, uma infinidade de condições estudadas ao pormenor, para que cada participante chegado ao local, só tivesse que se preocupar com a fotografia. Afinal é esse o principal motivo de uma viagem fotográfica.


Mas outros detalhes não menos importantes, haveria que programar. Refeições, dormidas, transporte, tudo era necessário organizar para que todas as condições de conforto estivessem garantidas, e no final que tudo interligasse para se tornar num programa único.
Viaturas que permitissem um compromisso entre segurança e resistência aos terrenos por onde pretendíamos circular, bem como conforto a todos os ocupantes foi uma das principais preocupações. Os fantásticos Toyota Land Cruiser, cumpriram plenamente a sua tarefa.


Apesar de estarmos num paraíso que mais parece de outro mundo, o contacto com o nosso mundo era também necessário, até porque as nossas famílias e amigos, ansiosamente esperavam por notícias. Essa ligação acabou por ser garantida com o acesso GPRS presente em todas as viaturas. O mundo terreno esteve sempre ao alcance de cada um, com a internet, (leia-se facebook), a ser freneticamente inundada por dezenas, centenas de imagens durante os 8 dias e 7 noites que durou a nossa aventura.

Todo o grupo foi fantástico no compromisso e na entrega.. a viagem conforme a planeamos era dura, com muitas horas de condução, muitas mais horas de fotografia e com períodos de descanso muito curtos. Deixamos sempre a opção aos nossos participantes de ficar a descansar em detrimento de nos acompanhar num qualquer nascer do sol. Ainda houve quem o fizesse, mas só o fez uma vez, pois ao ver as fotos dos colegas que foram a esse amanhecer desde logo se arrependeram e não quiseram de todo faltar a mais nenhum.

Foram 8 dias e 7 noites onde fizemos a volta total á ilha, explorando e fotografando mais de 30 locais, privilegiando sempre os grandes spots para as melhores horas, intercalando com outros spots intermédios de modo a ir queimando etapas durantes os percursos, mas sempre com o foco no horário do spot principal do dia, garantindo sempre que à hora certa estivéssemos no local certo. Costumamos dizer que os programas fazem-se para uma orientação geral e depois não são para se cumprir, mas para se adaptar.

E adaptamos… as várias condicionantes que foram surgindo ao longo da viagem, “obrigou-nos” a alterar e a improvisar o programa previsto. Tal só foi possível devido ao nosso extenso conhecimento do território e dos spots fotográficos, sempre com o intuito de proporcionar a melhor das experiencias a todos os participantes.

No rescaldo houve momentos marcantes que perdurarão na nossa memória durante muito tempo. O fascínio pelo sol da meia noite, as exclamações de surpresa ao chegar às majestosas cascatas do norte, o espanto pelos fabulosos tons do nascer do sol nesta terra do norte, o deslumbramento que foi evidente ao chegarmos à praia glaciar que fez com que todos os conceitos básicos de fotografia ficassem “congelados” perante tal cenário, e por fim um espirito de grupo e companheirismo verdadeiramente fantástico que nos encheu de orgulho por termos tido o prazer e o privilegio de liderar este ilustre grupo na terra do fogo e gelo.
 

Agora que a viagem terminou, resta-nos a alegria de ver os resultados obtidos. Ficam as memórias, os milhares de fotos registadas, os enquadramentos tão distintos, as brilhantes composições, as felicitações que todos os fotógrafos diariamente recebem a cada fotografia partilhada, e fica-nos o orgulho de termos organizado algo único.

Algo que os participantes reconhecem como uma viagem inesquecível; poderia até dizer-se, uma viagem irrepetível …

....mas isso não poderemos garantir.

Alguns registos de momentos entre os participantes

TESTEMUNHOS

Uma viagem fantástica
O meu coração ainda lá está.

A Islândia é o sítio mais bonito onde já fui e para fotografar duvido que haja outro assim.

Luisa Melão

Quero agradecer aos caros Organizadores desta fantástica viagem a dedicação e disponibilidade em nos proporcionarem os melhores momentos fotográficos. Foi uma viagem fantástica. Quero também agradecer aos companheiros de viagem todos excelentes morcões que receberam e integraram de forma excepcional no seu grupo este mouro. Obrigado por isso.

Pedro Castro

Workshops | Cursos | Viagens fotográficas

Photo Details Workshops

Deixe a sua opinião

Contacte-nos

  • Facebook Social Icon

Siga-nos no facebook